…estamos te convidando para visitar Ijuy enquanto está perto, | De Frederico Link para Reynaldo Purim – 1924 –

Ijuy 3 jan. 1924
Ilmo. Sr.
Dr. R. Purim
Orleans do Sul
St. Catarina

Querido irmão Purim

Sinceras saudações de nós ambos. Espero que estas linhas o encontrem saudável e alegre entre os teus.
Que o Senhor te confira um Ano Novo feliz e cheio das bênçãos, trabalhando na sua vinha junto com os seus em Rio Novo.
Faz tempo que eu estou esperando receber algumas linhas tuas, mas sem qualquer mágoa, pois sei que sempre tem muito trabalho. Continuas ai ter muito serviço?
Eu também não tenho muito tempo para ficar escrevendo cartas, e nós gostaríamos novamente nos encontrar. Nós aqui sinceramente muito admiramos e estamos te convidando para visitar Ijuy enquanto está perto, nas vizinhanças. Se eu tivesse os recursos pagaria as despesas de viagem e é uma pena que eu não posso e a Igreja aqui está com as opiniões tão divididas. Você pode imaginar quanto trabalho.

Agora mesmo um vizinho me interrompeu e espalhou meus pensamentos, me perdoe.

Mais ou menos lá pelos meados de fevereiro, pensei que com ajuda de Deus voltar ao Rio. Até lá espero receber uma cartinha e se resolveres nos visitar, esperarei com certeza. Então viva saudável até nós nos vermos.

Agora mesmo eu tenho que ir para a nossa cidadezinha. Lembranças de nós todos para você e para os seus do seu irmão menor em Cristo.
Fr. Link
Caixa 50
Villa Ijui
R.G.do Sul

..quem sabe, onde e quando possamos nos encontrar alguma vez ?| De Artur Leiman para Reynaldo Purim – 1922

Rio Novo St. Catharina
18 de janeiro de 1922

Querido Reinohld! :

Que o Senhor esteja contigo.

Após vários anos estou cá de volta.

Até agora não me aconteceu nada, estou são e salvo. Estou realmente bem.

Vim pensando não fazer nada. Mas as solicitações foram tão insistentes e então comecei a atender os pedidos então agüente enquanto possa. Todos cultos tenho que dirigir. Meu irmão Willis [Leiman] também ficou 2 semanas. Agora atendo mais a Mocidade e entre eles o teu irmão e tuas irmãs que pedem misericórdia.

Uma vez você me escreveu que o povo daqui estava me esperando muito. Achava que ia encontrar um ambiente hostil ou mais ou menos isso. Então com certa preocupação e a moral um tanto baixa vim subindo a estrada entre os morros em direção ao Rio Novo. As margens da estrada com mato muito crescido parece que me fechavam, mas sempre na esperança que realmente não fosse tão difícil assim.

Realmente esperam agora com outra visão o Butler, [Wilis Butler] Inkis,[J. Inkis] Karlis, [Karlis Leiman]</em

Agora antes que esqueça algumas palavras de explicação porque tinha deixado de escrever. Eu escrevia, escrevia e nunca recebia resposta, então parei de escrever. Será que foi por culpa dos Correios?

Estarei aqui até o mês que vem, então possivelmente irei a Ijuy e então daí por terra para a Argentina.

Ouvi dizer que és pastor. Felicidades!

Para mim ainda falta este ano, quem sabe, onde e quando possamos nos encontrar alguma vez? – O mundo é grande!

Uma sincera saudação do teu Artur Leiman.
_______________________________________________________