…do ano passado eles voltaram à Igreja Batista…| De Roberto Klavin para Reynaldo Purim 1923

Invernada, 12 de janeiro de 1923.

Querido amigo!

A tua carta escrita em 11 de dezembro 1922 recebi durante as Festas e pela qual agradeço muito. Eu não estava devendo nenhuma resposta e quando escrevi a última fiquei aguardando a resposta um mês atrás do outro, mas nada de resposta. Comecei a pensar que talvez o tenha desagradado em alguma coisa que tenha escrito ou talvez você esteja tão ocupado com os estudos que não mais tenha mais tempo para escrever para os amigos e conhecidos.

Agora que as Festas estão longe atrás e a Semana de Oração também já passou, estão posso escrever. No ano passado estive 2 vezes trabalhando em Mãe Luzia e na última nós começamos uma Escola Dominical qual enquanto eu estava lá eu a dirigia e depois de eu vir embora eles continuaram e agora as crianças dos Anderman também estão freqüentando e colaborando na Escola Dominical. No mês de agosto do ano passado eles voltaram a Igreja Batista, pois estavam aborrecidos daquele movimento de saltar e pular reconhecendo o como comportamento errado e sem fundamento nas doutrinas da Palavra de Deus.

A Escola no Rio Larangeiras [naquela época era escrito assim] eu parei pelo motivo de que a freqüência e o interesse eram muito poucos e muitos preferiam ir as Festas da Igreja Católica e bailes etc. A Isolina virou católica e o Leonardo não aparece mais e pode ser também que tenha retrocedido. Entre os brasileiros é assim quando não há uma liderança contínua e a pergunta é quando alguém virá aqui?

Eu estou passando bem. Alguns meses eu trabalhei em casa, mas semana que vem eu vou trabalhar com o W. Slengmann.
Receba mui amáveis lembranças e muitos bons dias.

Seu Roberto Klavin.

Guilherme Butler e Marta Anderman Butler



Professor Vilis [Guilherme] Butler e sua esposa Marta Anderman Butler

Guilherme Butler, como passou a ser chamado no Brasil, foi um dos imigrantes que chegou ao Rio Novo no início do século XX. Mais tarde foi estudar nos Estados Unidos.

Foi um dos primeiros professores da Escola anexa à Igreja Batista Leta de Rio Novo. Chegou a escrever uma cartilha (impressa na Rotermund na cidade de Rio Grande, RS) usada para pelos letos para aprenderem a língua portuguesa.

Meu pai aprendeu as primeiras letras tendo ele como professor.

Para uma biografia mais completa: Biografia de Guilherme Butler

VAP