Uma nota sobre a grafia

Colônia Leta do Rio Novo


Em sua forma não flexionada, no modo nominativo, os substantivos em leto terminam com a letra “s”. Assim, Robert Klavin irá normalmente assinar “Roberts”; Artur Purim poderá assinar “Arturs”, e assim por diante.

Para complicar, aqueles eram tempos de transição, e não havia muita consistência em como as pessoas escreviam nomes e sobrenomes. Reynaldo Purim, o destinatário das cartas arquivadas neste sáite, é chamado alternadamente de Reini, Reinis, Reinaldo, Reinold, Reinolds, Reynold, Reynolds, Reynaldo, Reynold, Reynoldo ou variações ainda mais improváveis dessas mesmas raízes. Artur às vezes se diz Arthur ou Arthurs, Ludvig pode aparecer como Ludwig ou Ludovico, Lisete como Lizete, Lisette ou Lisetta, e assim por diante.

A mesma falta de consistência afeta a grafia de sobrenomes. Leiman pode aparecer como Leimann, Leimanis, Leimans, Leimanns; Feldberg pode ser Felberg, Feldsberg, Feldbergs, Feldsbergs; Klavin pode vir como Klavim, Klawin ou Klavins; Purim como Purin, Purens ou Purins; Rose, como…

View original post mais 135 palavras

This entry was posted in Cartas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s