…pois nos estamos passando uma grande tristeza permitida por Deus…| De Arthur Purim para Reynaldo Purim – 1926 –

Rio Novo 15 de Julho de 1926

Querido maninho.
Que a Paz de Deus esteja com você!

Recebi as tuas cartas escritas no dia 18 e 25 e também a carta escrita para a Lúcia no sábado passado acompanhado pela carrada de jornais. Por tudo muito obrigado. Tenho agora bastante coisa para ler, novas notícias dos variados acontecimentos mundiais. Mas… Mas não tenho tempo ler tudo. Também não pense que tenha abandonado o hábito da leitura e não leio mais nada. Eu leio tudo quanto posso tanto à noite e quando sobra tempo em outras oportunidades, mas tudo isso ainda é pouco.

Desta vez apresso-me em escrever esta carta, pois bem você sabe, pois nós estamos passando por grande tristeza permitida por Deus porquê na sexta-feira [ela faleceu na Sexta-feira, dia 9 de julho de 1926] passada às 7 horas da tarde a Olga separou-se deste mundo indo para uma vida melhor, onde os males e as tristezas deste mundo não são conhecidos. Ela se separou sem qualquer mal estar ou dor. Ainda no último dia ela andou, mas em seguida veio uma prostração [Nespehks = Sem forças] e a respiração se tornou muito difícil. Então ela foi deitar e a Lúcia ainda pôs panos quentes sobre o peito para aliviar a respiração, mas foi inútil. Nós outros estávamos morando na casa dos Leiman e somente a Lúcia e a Olga moravam em Rio Novo. Quando a Lúcia percebeu que a situação estava ficando muito difícil ela apanhou a égua e veio a toda nos avisar. Neste mesmo momento a Mamma montou em outro cavalo e voltaram juntas imediatamente para o Rio Novo. Então ela ainda falou alguma coisa e depois de algum tempo ela ficou inteiramente calma e imóvel e após algumas horas separou-se deste mundo. O funeral no cemitério foi no sábado às 4 horas da tarde com a presença de muitas pessoas. O serviço religioso foi dirigido pelo Pastor K. Leiman que no sábado atrasado chegou ao Rio Novo visitar a Igreja e o pessoal daqui. Em casa ele dirigiu um breve culto e depois outro no cemitério. No sábado eu fui a Orleans avisar às autoridades do governo e as demais pessoas e conhecidos e ai que eu passei o telegrama para você. Você recebeu? E quando? Este seria um resumo dos acontecimentos não incluindo a tristeza e a perturbação que você nem pode imaginar a não ser que estivesse aqui.. Você ficou muito perturbado quando recebeu a notícia? Você está muito triste e deprimido? Não precisas ficar triste porquê ela daqui porquê esta foi a vontade do Senhor. Pois Deus atendeu às minhas orações, pois em todas eu mencionava os pedidos de saúde para ela ou se não fosse assim a sua vontade que levasse para o Lar permanente, mas não deixasse nestas circunstâncias. Por tudo isso devemos e tentar entender os desígnios da mente de Deus.

A nossa vida diária vai como sempre, ainda com menos gente. Agora estamos quebrando[Colhendo ] milho, já terminamos a fabricação da farinha de mandioca que rendeu 55 sacas [sacas de 60 kilos ] e estamos avaliando que deverá ainda render uns 12 a 15 sacas de polvilho que ainda não estão seco porquê o tempo está muito chuvoso. Chove todo dia e raro o dia que brilha algum sol. O milho não cresceu tanto como no anterior e os ratos [Ratos do campo ou das roças- Tem a coloração mais avermelhada do que o rato doméstico(?) Também não se falava em hantavírus]tem estragado muito. É possível que dê para passar o ano.

Você me mandou uma longa carta comercial sobre várias alternativas de negócios. Sobre isso muito pouco vou escrever, pois não foi suficientemente discutido e ainda nada foi acordado e não se deve tomar a sopa muito quente para depois não se queixar de erros e precipitações. Também você não mandou o preço da sua terra.. Também a planta do teu terreno não vou mandar desta vez, pois o agrimensor não forneceu o mapa.
Desta vez acho que chega, na semana que vem se tiver tempo vou escrever mais sobre este assunto dos terrenos.
Com saudações. A. Purim.

[Escrito atrás a lápis] Eu gostaria de pedir para você fazer o favor de comprar uma boa navalha para fazer barba, pois aqui em Orleans a gente não consegue de boa qualidade e ainda por cima muito caras. Igual aquela que você usava deverá custar de 15 a 20 m. e tanto eu não quero pagar. O mesmo

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s