…com mensagens tão bonitas e fiquei realmente Feliz. | De Olga Purim para Reynaldo Purim – 1926

Rio Novo 8-2-1926

Querido maninho! Saudações!!

Os Cartões de Boas Festas recebi no dia 18 e por isso fico muito obrigada. Nesta altura já não mais esperava votos de Boas Festas e Feliz Ano Novo, pois está longe o Ano novo com seus dias felizes e outros nem tanto, mas assim mesmo muito me alegrou que me irmão lembrasse mandar-me cartões com mensagens tão bonitas e fiquei realmente muito feliz.

Você recebeu as cartas que eu mandei nos dias 8 e 18? Nós aqui graças ao bom Deus estamos indo como sempre, ninguém doente de ir para a cama, ainda que não sinta vontade de comer e dói a cabeça, mas isso não considero como doença.

O tempo está realmente muito chuvoso, pois chove doidamente todo dia. Durante todo mês passado poucos dias foram que o tempo esteve limpo. Agora pelas manhãs o tempo e extremamente quente, úmido e opressivo e a tarde chove, melhor descamba um temporal mesmo que haja poucas nuvens os raios e trovões estão presentes e é chuva que não para mais. Os rios grandes e pequenos rugem de tanta água e lembrando que no ano passado estavam completamente secos. As ervas daninhas crescem tanto que a gente não dá conta de capinar. E mesmo aquelas que a gente capina voltam a crescer.

As uvas este ano não deram boas, caem verdes e as que ficam nos cachos ficam escuras e muito azedas. Este ano nenhuma das frutas da época não se desenvolveu direito que talvez seja pelo excesso de chuvas. As pastagens estas sim estão crescendo muito bem, tanto que o nosso gado não consegue comer tudo. Agora nós temos bastante gado, são 8 bois e 14 vacas isto contando os novilhos e os bezerros. Os cavalos são 8. A grande Zebra tem o Poney. E a outra Zebra tem o Sirius e nova Marsa tem a Benita. Os três gostam de brincar e correm pelos pastos como se fossem doidos. A velha Marsa morreu no ano passado. Então agora você pode vir para cá para andar a cavalo. Porcos não temos muitos por que todos os animais devem ser cuidados e muito bem tratados e isso é mais importante ainda quando se refere à criação de porcos. Certo eu não sei, mas devem ser mais de 20. Na semana passada nós levamos 3 porcos gordos para a cidade e no total rendeu 410$000, por que agora os preços subiram e o preço da @ de toucinho está valendo 28$000.

No dia 6 de Janeiro houve piquenique na casa do tio Zeeberg. O dia estava limpo e muito quente. Nos dias da véspera tinha chovido muito, mas felizmente o tempo melhorou e veio bastante gente porque qualquer pessoa que quisesse poderia ir, pois de graça foi fornecido somente o café. Os demais pães e bolos etc. deveriam ser trazidos por cada família para si
.
Noutro dia cedo o Stroberg viajou para Mãe Luzia para visitar a Igreja local. Acompanharam 9 pessoas, os dois Frischembruder, o Osvaldo Auras, a senhora Zeeberg, a Lídia Stroberg, o Justis Grikis e também a Milda Match. Esta está sempre aonde o pastor vai. Se ela não for nada, é mesma coisa, é sim como angu sem sal. Sobre este assunto a Senhora Becherene tem falado coisas para o Frischembruder e disto resultaram grandes discussões na Sessão de negócios da Igreja. Os velhos tiveram a oportunidade de trocar farpas sobre o assunto. Também foram o Augusto e o Roberto Klavim. O Roberto veio passar as Festas em casa, mas agora já está voltando para Mãe Luzia onde está construindo atafonas junto com o velho Indriks.

(Esta carta foi escrita pela Olga, mas falta o final)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s