Agora conseguimos entrar bastante para dentro do mar.| De Carlos Leiman para Reynaldo Purim 1922

Paranaguá, 18 de setembro 1922

Querido Reinold

Saudações

Recebi a tua carta. Obrigado. Sobre as tuas perguntas não sei se vou responder a todas pois estou assoberbado [“Apkrauts ar darbeem” isto quer dizer literalmente que o trabalho está amontoado em cima dele] e também devido a preguiça de escrever cartas.

Do trabalho eu gosto, só é que é trabalho demais. Agora eu sou Chaufer do barco, a motor. Agora conseguimos entrar bastante para dentro do mar. Você não quer vir andar um pouco de barco?

Agora eu tomo conta de 9 Igrejas só no Campo Paraná/Sta. Catarina.

Estou tentado a voltar a lecionar. São maravilhosas as oportunidades para ensinar esta juventude tão necessitada de cultura e conhecimentos.

O Austrilinis está lecionando na Escola, mas não vai longe porque vai ficar somente até novembro e depois não sei como vai ser.

Os Rionovenses escrevem uma amável carta solicitando ajuda para o meu irmão Wilis. Mas não vai dar certo. Seria melhor apoiar o trabalho de Tubarão com o Oscar de Oliveira.

Estarei viajando para Rio Branco e O Deter vai para o Rio Novo.

Com muitas lembranças. Seu Carlos Leiman

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s