Pois, segundo os jornais alemães o Pão de Açucar está derretendo |De Olga Purim para Reynaldo Purim 1922

Rio Novo 23 de março de 1922

Querido Reynohold.

Saudações!

Recebi a tua carta escrita no dia 1 de março ontem. Obrigado por ela.

Você sempre foi bastante detalhista e agora na costura o que é muito raro eu fazer, mas agora que você já é Doutor eu tenho que me aperfeiçoar mais.

Os Prospectos já faz bastante tempo que os recebemos. Se soubesse que o Victor tinha prometido contar tudo acerca você teria explorado mais. O que ele contou que estás com saúde, que estás bem e que trabalhas em uma boa oficina. Que vocês são grandes amigos e é isso tudo que a senhora mãe dele contou para a Mamma. [Mamma é a Lisete Rose Purim mãe de Reynaldo, de Olga, de Lúcia, e de Otto Roberto Purim que foi o meu pai] Também contou que tu não gastas tanto quanto o Victor [Staviarski] que precisa muito dinheiro quando na viagem para casa.

Nós entregamos para o Victor levar para você as lembranças e se quiseres saber quanto custou depois me escrevas que eu te conto.

Foi a própria Selma [Klavin] que entregou o pacote prá você ou mandou através de outra pessoa? Eu perguntei se ela poderia entrar no Colégio Masculino e ela disse que ela podia entrar onde quisesse.

Quais são os nome daqueles rapazes letos lá de Rio Branco e gostaria de saber se há mais letos de outros lugares. Do Rio Novo ninguém quer ir porque lá tem falar em brasileiro.

E agora está bastante perigoso viajar ao Rio de Janeiro. Pois segundo jornais alemães o Pão de Açúcar está derretendo. Dizem que apareceram dois imensos buracos do lado do mar e que durante o dia se consegue ver a fumaça e a noite vêem-se claramente chamas e que se torna perigosa a navegação pela baía pelo risco de incendiar algum navio. O que você sabe sobre isso? Tu não tens medo? Dizem que a fumaça sulfurosa poderá sufocar a todos. Dizem que chega a chiar quando está queimando. [Devia ser alguma brincadeira de 1º de Abril antecipada deste jornais]

Você que é grande artista na oficina poderia fazer um cocho para alimentar as vaquinhas. Vocês têm alguma vaca ou é de alguma outra pessoa?

Agora você trabalha na confecção de caixas. Aqui você não sobreviveria com a fábrica de caixas, pois ninguém iria comprar e lá você pode até ficar rico com esta indústria.

Agora não poderei escrever muito porque as suas férias terminaram e assim você não terá tempo de ler.

Aqui no Rio Novo nada de importante aconteceu.

Na segunda feira foi a Festa de Aniversário da Igreja e choveu o dia inteiro. O Inkis não veio e não havia visitas de outros lugares. A Festa foi dirigida pelo Frischimbruder [Júris Frischembruder grande líder da comunidade] e até que foi muito boa. Quando as pessoas chegaram de volta em casa, estavam molhadas devido à chuva que não parou.

A chuva parecia que como fosse em janeiro. Nesta época em março já não devia estar chovendo tanto.

As ervas daninhas este ano crescem como nunca. O feijão parece que não vai dar grande coisa devido ao excesso de umidade. Também apareceram lagartas de tamanhos diferentes das do ano passado.

O milho este sim está com as espigas muito bonitas.

– Bem agora chega, tenho que ir dormir. Começou uma dor de dentes. Você não poderia mandar aquele pó para dores de dente que você tinha trazido quando esteve aqui?

Ainda mui amáveis lembranças de todos daqui. Escreva bastante agora.

A carta que mandei através do Victor acho que não tinha chegado. – Olga.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s