..e soprava aquele vento quente do lado das Serras. | De Olga Purim para Reynaldo Purim – 1921

Rio Novo 9 de junho de 1921

Querido Reini!

Recebi a tua carta escrita em 14-5-21 na quarta feira passada e hoje já estou escrevendo a resposta. Rápido não é?

O tempo aqui está muito seco e também muito frio. Está faltando água para os moinhos[atafonas].

Também as notícias aqui são poucas, secas e engeleradas. Nós estamos passando bem, seria bem melhor se não tivéssemos pegado gripe com tosse. Espero que ao ler esta carta você não se esfrie e não pegue um resfriado também.

Hoje está fazendo frio, mas não tão grande como o de ontem.. Hoje amanheceu com uma grande geada. O tempo está muito instável, na semana passada estava quente e soprava aquele vento quente do lado da Serra, mas logo ficou nublado e ameaçou chuva inclusive caíram alguns pingos e em seguida começou rapidamente o grande frio.

No Rio Novo, nada de novo. O Limors está de volta por aqui. Ele diz que viajou e conheceu 11 cidades acabando de volta depois de ter gasto todo dinheiro.
Terreno, ele também não tem mais nada por aqui. O restante que o italiano deve ele só vai receber em agosto. Então ele vai embora para a Letônia. Enquanto espera, ele está morando com os Grunskis. Ele está com aparência mais cuidada.

O Franzis está em Nova Odessa.

A Festa do Verão [Pentecostes] já faz tempo que passou e não foi nada especial, porque grande parte do pessoal foi para a Mãe Luzia. Aqui não há festas uma atrás da outra como lá no Rio.

A escola semanal ainda não começou, mas vai logo começar se algum gato não atravessar o caminho. Quem está fazendo muito empenho é o Salit e o Vilis Balod. Dizem que se tivessem escola aqui os nossos filhos seriam Edisons, Franklins e Rockfeleres as dúzias. Eles também nasceram em áreas rurais

Alguns não se lembram e não dão valor aos seus professores. Aqui vão fundar uma associação e colocar o Treiman como professor. Já tem gente que acha que o Treiman é insuficiente e poucas seriam as crianças que iriam procura-lo.

E agora aqui perto dos Mason, defronte a Katy, os italianos construíram uma bonita Escola e a professora é a irmã da antiga agente dos Correios. Esta escola é mantida pelo Governo. Os Italianos não querem muito além de aprender ler, escrever e contar.

Então os teus antigos colegas, pouco, te escrevem. Eu sei muito pouco, mas mais do que você. O Robert [Klavin] com aquela preocupação de ganhar dinheiro fica agarrado aos seus esquadros, serras, plainas e formões e pouco se lembra de escrever.

O Fritcis [Leiman] [ Ele casou com Lucia Osch] ainda não te convidou para o casamento dele? Faz tempo que ele foi pego então é inútil ficar esperando-o na Escola. Ele mandou uma fotografia para o Robert e é possível que tenha lembrado de mandar para ti também.

Bem por hoje chega. Quando está carta chegar você está na época difícil, quem sabe sem tempo de até de ler esta carta devido as provas. Faz duas semanas que mandei uma carta quem sabe você já a tenha lido. Este ano o Correio não perdeu nenhuma carta. Escreva bastante contando sobre as grandes festas que irão acontecer por lá.

Quem serão as pessoas importantes que participarão? Este ano o Karlos [Leiman] também lá estará? No Programa diz que o Butler também estará por lá. O Pastor Inkis de Riga deverá estar chegando ao Brasil para ir para Nova Odessa. Quem sabe você tenha a oportunidade de encontra-lo. Fico aguardando longa carta sua e faço votos que tudo vá bem.

Com sinceras lembranças. Olga.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s