Alexandre Klavim | Primeiro Pastor da Igreja de Rio Novo – Segunda parte

ALEXANDRE KLAVIN, FOI O PRIMEIRO PASTOR DA IGREJA BATISTA LETA DE RIO NOVO – ORLEANS NO BRASIL.
Ano 1900
Notícia publicada no Jornal da Letônia chamado
“Majas Viesis n.12 (O Visitador do Lar) de 21 de março de 1901

Segunda Parte

Ao adquirir a propriedade, havia uma considerável derrubada, onde plantei mais ou menos “puspura [Puspura quer dizer metade de 1 Purs – Purs era uma medida de capacidade que equivalia entre 70 a 100 litros e era usada lá para centeio, cevada, ervilha,etc – Talvez alguma semelhança com o nosso alqueire que tem somente 36.7 litros] ” de milho (maiz (espanhol) ou grão turco (italiano)), e pelo que vejo, creio colher em torno de 30-40 “pűru” pelas contas habituais [ não menciona se é cereal debulhado ou em espiga].
Plantei também algumas raízes para os animais e para os humanos… as raízes são mandioca, aipim , cará, batata doce, batata baroa ou salsa, batata inglesa. No período do inverno podemos plantar todas as raízes e sementes cultivadas na Europa. Parreiras são cultivadas em todas as propriedades e há boa produção… Quero contar, como aqui se cultiva a terra.
O colono, ao entrar, pela primeira vez com a serra, machado e a foice na mata virgem, utiliza primeiro a foice, ela é uma ferramenta como um machado curvo, na ponta de um longo cabo. Com esta ferramenta, ou “faca de mato” corta-se os cipós e a vegetação baixa antes de aproximar-se das grandes árvores. As derrubadas de agosto podem ser queimadas em outubro e em seguida plantar milho, arroz, feijão preto, outras culturas e raízes. A plantação é feita com auxilio da enxada. Uma bolsa com sementes pendurada ao pescoço e a cada 4 pés cava-se o chão e colocado 5 a 6 sementes de milho. Assim aproximadamente o espaço de uma “pura” pode com uma (garnicu???) plantar e quando tem 4 “pűrvietas” de derrubada, então já é suficiente. Uma derrubada como essa é o melhor, quando da primeira queimada, o primeiro ano quase não há necessidade de limpeza. Em uma derrubada como esta durante dois anos seguidos pode ser plantado e depois deixado par recuperar. Após 2 anos já cresceu um mato alto com muita folhagem. Outra roça – derrubada a foice, uma capoeira de 2-3 anos de idade e após um mês de secagem, pode-se queimar e plantar o que desejar. Esta roça às vezes é melhor que a primeira, porque a terra é fofa, as raízes e tocos das grandes árvores terão apodrecido em sua maioria. Em uma terra como essa todas as raízes da Europa podem ser semeadas, e elas crescem aos pulos, mas junto a esta roça há um problema, que diversas vezes com a enxada, enquanto as plantas de desenvolvem, tenho que eliminar as plantas invasoras, que crescem com grande velocidade. Uma roça como essa é chamada por roça de capoeira e nela podemos plantar por 3 anos seguidos.
Mas todos os anos após a colheita devem ser queimadas as ervas daninhas. Depois de 3 anos de uso, da terra deixamos para que cresçam nova capoeira, que aniquila as plantas daninhas. Após 3-4 anos de recuperação uma “nova mata” terá crescido. A qual será beneficiada como da primeira vez. Na terceira derrubada a terra já exaurida, onde nada mais se desenvolve. Ainda assim, com a enxada se capina a camada superior, a vegetação rasteira é queimada e se planta mandioca ou aipim.
Essas raízes se desenvolvem em terras desgastadas. Quando a cana de açúcar é cortada, daí planta-se mandioca ou aipim.”

Continua

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s