O filho do italiano que comprou a terra do Limor | Olga Purim a Reynaldo Purim

Rio Novo, 14 de agosto de 1919

Querido Reinold!!

Primeiramente receba muitas lembranças de todos de casa. Na semana passada recebemos as cartas do Arthur e da Luzija; se bem que não eram resposta a nenhuma carta, mesmo assim vou escrever para você.

Nós estamos passando suficiente bem. O tempo está fresco e bom, este ano não houve geadas por aqui. Só algumas pequenas nas baixadas. Este ano é bem provável que não haja mais geadas, pois está tudo verde, tudo florescendo, as laranjeiras brotando e todas as plantas cheias de abelhas que vão e vem com o zunido alegre e contínuo de uma primavera que chegou…

Tem muita gente derrubando capoeiras e matas para fazer coivaras onde serão feitas as novas plantações. Nós ainda temos milho para colher, e deverão ser gastos uns dois ou três dias neste serviço. O milho não deu muito bom, devido à seca quando estavam florescendo e depois as ventanias e temporais que derrubaram muito; mesmo as abóboras na Bukovina deram menos que nos outros anos. Todos falam que o milho deste ano não foi muito bom.

O açúcar nós já fizemos, como já escrevi na outra carta, e agora é época de plantar cana outra vez. Então trabalho é que não falta, pois o tempo das plantações chegou.

Você tem os seus trabalhos, mas não são os mesmos que os nossos. Onde vocês guardam a lenha que racham? Quem é o teu companheiro na serra para topiar a lenha? E o Fritz Janausks, tem alguma tarefa ou ele tem dinheiro suficiente para pagar a escola e não ter que trabalhar?

Os mensageiros que foram à Convenção, há 1 mês e ½, ainda não voltaram. Acho que eles estão aproveitando bem a oportunidade; uma vez que saíram, então por que não? Mas faz duas semanas que são esperados por aqui. Os navios não têm nenhuma regularidade, mas as vezes chegam e partem antes do dia marcado. Hoje está sendo esperada a mala postal e quem sabe também cheguem os viajantes. Eles foram, além de Kuritiba, também para Blumenau, então o Robert [Klavin] vai ter o que contar o ano inteiro. Pois esteve em lugares em que nunca tinha estado nem conhecido.

Desta vez não tenho quase nada de novo para escrever. É possível que eu logo receba resposta às minhas duas cartas, uma que mandei no dia 14 de junho e outra no dia 1 de agosto. Acho que você já as tenha lido.

Esta semana o filho do italiano que comprou a terra do Limor foi morar na choupana do Anton Netemberg, nos fundos da colônia deles. O Diretor da Empresa [de Colonização] começou dar uns apertos no Nepis [Netemberg], então toda aquele papo e grandeza foram água abaixo.

O Nepis tinha ido ao Diretor pedindo que ele desse uma autorização para que ele pudesse vender a propriedade, pois ele quer mudar para a serra, onde o trigo cresce maravilhoso e as vacas tem úberes nas costas e para tirar leite não se faz necessário se abaixar. Mas já tinha avisado que não ia dar leite para beber para todos. Somente para quem ele quisesse.

O Diretor não foi na conversa dele e avisou que uma vez quitada ele terá a liberação para vender para quem ele quiser. Mas como ele já tinha vendido a metade dos fundos, ele tem que se virar em 150$000, se não o italiano vai tomar tudo.

O Antônio e a Helena já estão morando junto dos velhos. O Jepis, um menino ladino, foi a cavalo até Mãe Luzia para se candidatar a genro do Akledames, pois ele queria a Lina, que tinha muita terra e muitas vacas, mas nada deu certo. Aí ele voltou para casa e recebeu novos conselhos do velho Gedus, para voltar a Mãe Luzia e fazer a mesma manobra com os Andermann, pois além da Pauline o velho tem muito dinheiro, e ele ficaria sensibilizado por um jovem de fora — mas lá recebeu também um “balaio” e todos os planos foram para o espaço.

Bem, por hoje chega. Noutra vez mais.

Com muitas e amáveis lembranças,

Olga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s