Comecei a escrever com tinta | Artur Purim a Reynaldo Purim

Rio Novo, 21 de abril de 1919

Querido irmãozinho!

Eu te mando muitas lembranças. Até agora não recebi resposta à minha carta, mas já estou escrevendo outra vez. No dia 1º de abril comecei a ir à escola e também comecei a escrever com tinta. Neste mesmo dia o Fritzis Leimans levou o irmão Arturs para a escola lá em Buenos Ayres, então nós dois Arturs começamos a ir à escola no mesmo dia, ele na Argentina e eu aqui.

Agora estamos arrancando amendoim e os pastos já estão limpos. Agora estamos domando os bois para poder usar no carro. Todo dia o Arnolds Karklin vem ensinar.

Ontem estivemos visitando a Marta Klavin e hoje a Mama e a Lucija foram lá. O velho Malvess [pai do Júlio Malvess e sogro do Jahnis Klavin] viajou para São Paulo para morar com o filho. Ele não quis ficar morando aqui.

Chega. Quando chegar carta sua, escrevo mais. Com muitas lembranças,

Arthurs [Otto Roberto Purim, aqui com cerca de 13 anos de idade]

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s