Festa de gente da cidade | Reynaldo Purim a Olga e Lúcia Purim

Rio de Janeiro, 28 de novembro de 1917

Queridas Olga e Lúcia, – Saúde

Recebi as suas cartas — Thank you very much. Alegro-me que vocês estejam passando suficientemente bem. Quanto a mim, graças a Deus estou passando bem. Agora estou me aprontando para na próxima segunda-feira embarcar para a casa do tio [Ludvig Rose em São Paulo]. Tenho que deixar tudo em ordem. Tenho que lavar e passar toda roupa e lustrar tudo. Agora vocês sabem o que eu estou fazendo nestes dias.

Anteontem foi a festa de encerramento do ano letivo do jardim da infância e dos anos primários. Ontem à noite foi a festa de encerramento das meninas na rua do Bispo. Hoje será a festa no Seminário e amanhã no Colégio Batista. Estas festas são festas de gente de cidade, e cada formando recebe o seu diploma.

Na semana que vem vai ser organizada a Igreja em Pilares. Esta era até agora um ponto de pregação da Igreja de Engenho de Dentro, igreja esta em que ultimamente eu tomava parte. Eu colaborava nesta congregação lecionando numa classe da Escola Dominical e agora no ano que vem vou trabalhar como membro fundador e colaborador. Em outra oportunidade vou contar como aqui são tratadas as crianças. É um lugar de gente muito simples e pobre, muito mais pobre que o pessoal de Rio Laranjeiras.

Bem, por hoje chega. Peço que comecem logo escrevê-la e, quando eu mandar o endereço, quero receber uma longa carta. — Ou não?

Muitas lembranças para vocês e também para o Artur.

Seu irmão,

Reynholds

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s