Um ano fora de série | Roberto Klavin a Reynaldo Purim

16/11/17
A. B.
[NOTA: Antunes Braga, uma das “linhas” de colonização em direção a Grão-Pará, ocupada por imigrantes poloneses.]

Querido amigo!

A tua carta de 29 de outubro recebi anteontem, muito obrigado! Realmente, este ano tem sido completamente fora de série: geadas desde maio: todos meses, até novembro, tem ocorrido geadas nas partes baixas; gafanhotos, seca, e ontem soprou um forte vento do lado oeste, quebrando galhos e árvores inteiras, tanto no mato como em toda parte. Tarde da noite sossegou um pouco e hoje continua, mas está bem mais calmo.

Antes de começar este furacão já havia muitos incêndios e queimadas descontroladas, imagine com esta ventania toda: o fogaréu tornou-se horrível — roças, pastos, capoeiras, mata virgem e para qualquer lado que se olhasse era uma tremenda fumaça, com fogo se alastrando numa velocidade tremenda e causando verdadeiro pavor.

Até nos chegou o fogo do lado do vizinho e queimou capoeiras, pastagens, cercas e as matas. A nossa casa foi salva graças a todos esforços de mantê-la molhada e protegida. Ontem eu quis escrever, mas estava com os olhos doloridos de tanta fumaça. Logo vou escrever uma carta contando tudo daqui com mais detalhes.

Seu amigo Roberto [Klavin]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s