A grande revolta | Olga Purim a Reynaldo Purim

Rio Novo, 27 de maio de 1917

Querido Reini!

Na semana passada, no dia 24 de maio, recebi sua carta que você mandou em nome do Roberto [Klavin]. Muito obrigado por ela. Ainda não tinha escrito a resposta porque não tinha ninguém que fosse a Orleans para levá-la até os Correios.

Hoje fui ao culto na casa dos Leimann e recebi A Folha da Moda e mais uma carta sua. Agora tenho, em vez de responder uma, que responder duas cartas suas. A carta do Klavin já devolvi.

Naquela primeira carta você pergunta se recebemos todas cartas. Você menciona que teria mandado uma longa carta para o papai, e esta ainda não foi vista. As outras todas foram recebidas. Essa que falta deve ter caído na unha de algum rionovense daqueles, então nunca mais a veremos. Eu já recomendei à encarregada do Correio para não entregar nossa correspondência a mais ninguém, mas nem sempre ela está lá e talvez algum outro entregue a qualquer um.

Sabe, os rionovenses vivem extremamente curiosos para saber o que está escrito em tuas cartas. Eles “sabem” que você está muito mal e que ainda nem chegou ao Rio de Janeiro, mas ficou em São Paulo com o Ludi. Agora o Ludis está na prisão, por ter sido o causador da grande revolta, e você estava junto. O Ludis está condenado a morte e ninguém sabe o que vai acontecer com você. Só sabem que não é nada bom.

Você pode mandar as cartas no rolo junto com os jornais e registradas, ou no nome do Roberto Klavin. Aquelas Folhas da Moda você não precisa assinar mais, pois quase não temos tempo para ler e trabalhos manuais elas não tem.

Agora estou passando muito bem. Você pergunta se já tivemos geadas. No dia 11 de maio teve uma grande geada aí para baixo, mas aqui em casa ainda não deu. Para os outros trouxe grande prejuízo, pois matou todo feijão. Tem italianos que perderam um saco de plantas, pois faz tempo que não geava tão forte e tão cedo.

Do [pessoal da igreja do] Rio Novo não sei de nada bom. Tenho ouvido um boato de que alguns rionovenses querem mandar o professor embora, como já é costume. Mal ele se instala no trabalho e tem gente querendo mandar embora – não entendem que ele é necessário e pode ficar desempregado.

Tu tens encontrado o Karlis? O Seeberg (Zeeberg) diz ter lido em “seu jornal” que o Karlis teria ido ao Rio para procurar emprego, mas não teria conseguido. O Zeeberg só sabe que os outros estão passando mal, mas ele mesmo o Zeeberg não sabe como está passando.

O que você pensa do grande e pretensioso Bruveris, que antes morava com os Ochs agora esta morando com o Zeeberg? Ele anda pela colônia fazendo jacás e balaios e tirando o trabalho do coitado do velho Malvess1. O Bekeris está lascando tabuinhas2 na casa do Seeberg e mora lá também. São muitas bocas para alimentar.

Você escreve que talvez o Ludis apareça por aqui – isso seria bom, ele poderia nos ajudar colher milho e bater feijão, ou será que ele já esqueceu esse tipo de trabalho? Poderíamos conversar em alemão e ainda discutir muitos assuntos (discordando). Ele poderia comer muito feijão e muita carne e ainda as laranjas que já estão ficando doces. Poderia engordar e ficar ainda mais gordo.

O comércio não está comprando feijão e a carne está barata demais, como nunca tinha sido antes. O toucinho está entre 11$500 a 12$000, e se tiver muita carne cai para entre 7$500 a 8$000. A carne tem pouca saída.

Bem, desta vez chega. O envelope estará cheio de papéis.

Com saudações sinceras,

Olga

* * *

1. O velho Malvess. Fritz Malwes chegou ao Rio Novo em 1891. Era pai, entre outros, do conhecido Julio Malwes.
2. Lascando tabuinhas. Para a cobertura de casas. A madeira mais utilizada era o louro (Cordia excelsa).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s