Os problemas que você já sabe | Artur Leimann a Reynaldo Purim

Rodeio do Assucar, 01 de maio de 1917

Prezado amigo e irmão em Christo nosso Salvador!

Recebi no domingo passado o teu cartão postal. Obrigado. Estive na Escola Dominical do Rio Laranjeiras no lugar do Roberto [Klavin] que estava tratando os dentes. Agora o trabalho da Escola Dominical já não é mais feito naquele engenho de farinha de mandioca e sim numa casa provisória ali bem perto. O número de participantes se mantém.

A Izolina Mendes mora com nossa família e parece mais tranqüila. Na volta de lá fui antes em Orleans receber o indispensável. Também encontrei o irmão M. Guedes1. Chegado em casa, depois da ceia houve culto de oração e ensaio do coro.

O que você acha das brigas do João Maisin e sua turma lá [na igreja do] do Rio Novo? Eu soube quando estava voltando de Orleans, quando parei lá nos Slengmann. Ontem aqui também contaram que houve uma sessão da igreja com grandes divergências.Agora estamos lendo em brasileiro. Foi dirigida pelo Dr. Butler, que conseguiu excluir o João Maisin, enquadrando-o na irregularidade de que numa das votações ele levantou as duas mãos para votar – além daqueles problemas que você já sabe. Também o H. Elbert2 foi aceito na Igreja. Mais informações você vai saber direto do Juris.

Aqui também na nossa igreja houve alguns problemas, mas tudo foi para o seu lugar. Somente o José Araújo saiu da igreja, com muita classe, enviando uma carta com explicações. A Martha Toppel3 será convidada para a próxima sessão para dar uma posição sobre alguns assuntos que precisam ser esclarecidos. O Macht também, devido a alguns problemas pessoais, solicitou demissão de todos os cargos na igreja, mas parece que são quase sem fundamento. Como não tenho nenhum cargo oficial na igreja, tento avaliar as maiores necessidades e lá por as minhas inaptas mãos vou tentando ajudar.

Estamos esperando o Missionário Rooth, de Porto Alegre, que virá para Orleans do Sul.

***

Você percebe que mudei de tinta. Meu pai comprou um vidro novo por 2$000 réis.

Apesar de na primeira carta já ter contado como estamos trabalhando na construção do engenho, as madeiras e tábuas para o açude estão todos prontos. Depois de muita medição e avaliação concluímos que será possível estabelecer nova rota com valetas e calhas e conduzir a água por cima. O açude vai ficar perto da porteira no lado da estrada.

Na noite de ontem nos tivemos a reunião de preparação dos professores da Escola Dominical. Agora estamos lendo em brasileiro e tomamos ditados, eu como professor. Entre outras atividades procuramos passagens bíblicas, fazemos perguntas,«Pegue a tua espingarda que eu vi um bicho grande.» organizamos debates e terminamos a noite com a sensação muito agradável e de muito proveito, sem aquelas questões que em tempos passados tanto atrapalhavam.

Agora imagine, quando todos já tinham ido embora o Arnold [Klavin] veio me chamar. “Venha, pegue a tua espingarda e o cachorro porque eu vi um bicho grande”. Atravessamos a roça recém-queimada e entramos no mato quase rastejando. Foi quando sentimos o cheiro de gambá e aí vi movimento no alto. Atirei mas não acertei em nada: os cachorros ficaram latindo, mas parece que o bicho tinha subido muito alto no mato escuro. Assim voltamos pateticamente para casa.

Bem, chega de contar coisas daqui. Estou passando muito bem. Que Deus te abençoe e te ajude, é o que deseja o teu irmão na fé e companheiro,

A. Leimann

* * *

1. M. Guedes. Guedes Ribeiro era uma família de “serranos” que tinha sido evangelizada pelos Leimann, Klavin, Purins e outros. Moravam provavelmente na região de Bom Jardim da Serra, mas não pode ser devidamente comprovado.
2. H. Elbert. Willis Elbert, funcionário da Companhia Colonizadora Grão Pará e sucessor do famoso Etiene Staviarski.
3. Marta Topell. Mãe da Fania Paegle (esposa de Karlos Paegle) e da Leontina Sandrine (esposa de Alexandre Sandrini) . Os problemas mencionados eram o envolvimento com doutrinas pentecostais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s